Noite das Mulheres: “estamos juntas, seguimos em frente, não nos calamos mais!”

Por Painé Santamaria

“A noite das mulheres… como eu enxergo o movimento?

Os varietés de mulheres passaram a ser um espaço de encontro. Durante muito tempo assistimos espetáculos com uma grande maioria, quando não totalmente, com artistas homens. Então os varietés de mulheres foram uma forma de nos unir e nos dar mas visibilidade. A medida que este movimento foi crescendo fomos encontrando muitas qualidades na dinâmica de trabalho que este tipo de espetáculos proporcionou. Acredito que o fato de ser mulher e estar em cena já é de por si uma manifestação feminina que soma ao movimento, mas também encontramos a possibilidade de propor outra energia, de nos questionar o como as relações trás de cena acontecem e propor novas formas de nos relacionar, nos encorajar, nos cuidar, nos potenciar, dividir as tarefas, celebrar o sagrado feminino e potenciar nossas vivencias como mulheres. E também fazer da cena um espaço aonde falar uma mensagem forte e clara, estamos juntas, seguimos em frente, não nos calamos mais!

Acredito que outro passo foi começar a entender o “feminino” como algo que também inclui as mulheres e começar a visibilizar todos os tipos de mulheres e feminidades em sua amplia diversidade.
Foi um grande avanço as convenções de circo acoplar estes espetáculos na programação já que alem de ser um grande encontro de artistas em geral é uma grande oportunidade de encontrar as artistas mulheres em maior volumem. É uma grande caricia na alma ser convidada a participar de esta noite na cbmc.

Alem de ser importante ter artistas mulheres formando parte de TODA a programação da convenção, porque queremos SIM compartilhar e nos encontrar em outros formatos de espetáculo para compartilhar as experiencias aprendidas, é importante ter esta noite feminina como parte de esta trilha que ainda esta muito longe do ideal, porque precisamos entender como nos integrar realmente com as mulheres de todas as etnias, com as mulheres trans e muitas outras feminidades ainda silenciadas, então continuamos em frente procurando nos aproximar num caminho que parece novo, mas e muito antigo e tem muito pela frente”

Painé Santamaria é a curadora da Noite das Mulheres.

Aguardamos sua inscrição até dia 30 de setembro. Manda seu material aqui no link do site

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

Crie um novo site no WordPress.com
Comece agora
%d blogueiros gostam disto: